Sacola de Compras

* Calcule seu frete na página de finalização.

* Insira seu cupom de desconto na página de finalização.

Propolis Verde (20%)

Data de lançamento: 17/05/2024
(0)
Simulador de Frete
- Calcular frete

Nosso própolis verde com 20% extrato seco (conta gotas 30 ml), é produzido na Mata Atlântica do Espírito Santo, distantes de lavouras e culturas que possam sofrer com ação de defensivos agrícolas. A própolis verde é derivada das resinas de arbusto alecrim-do-campo (Baccharis dracunculifolia). É o tipo mais popular justamente pela sua quantidade de benefícios e compostos tanto antioxidantes como compostos fenólicos. Conheça também os extratos de propolis marrom, vermelha ou sem álcool.

Como usar a própolis verde, quantidade diária, como tomar ?

A própolis para uso oral deve ser consumida na quantidade diária de 10 até 15 gotas para adultos e 50% desta dose para crianças. Pingar as gotas em um copo seco e acrescentar 50ml de água, fazendo um chá de limão com mel. Uso diário de extrato com alto concentração (acima de 20%) é mais indicado para casos específicos (alto grão de infecção, gripe forte, covid, dengue ou câncer) e pode, em caso de uso indevido, prejudicar a sua flora intestinal. Recomendamos cônsultar, antes do uso, um profissional de saúde habilitado.

Benefícios, indicações, própolis verde serve para que?

Antibacteriana: A própolis verde é eficiente na destruição de uma vasta gama de bactérias nocivas ao ser humano. As bactérias sucumbem a ação da própolis que com seu conjunto de componentes forma um antibiótico muito eficiente. Possui como vantagem em relação a antibióticos sintetizados em laboratório o fato de as bactérias não desenvolverem resistência à própolis. Por essa sua propriedade é muito indicada no tratamento de doenças como anginas, amidalites, faringite, laringite, gengivite, estomatites, abcesso dentário, attas, sinusites, bronquites, pneumonias, gripes, rinites, entre outras.

Antiviral: A ação antiviral da própolis é conhecida principalmente pelo seu ótimo efeito contra alguns vírus, tais como: herpes, adenovírus, coronavírus, rotavírus, etc. Por isso sua utilização também é indicada contra doenças como herpes, gripes, resfriados, conjuntivite e dores de garganta.

Antifúngica: A própolis verde também possui ação antifúngica comprovada sobre dermatófitos, fungos M. canis, T. rubrum, T. mentagrophytes e Scopulariopsis, além de Aspergillus flavus entre outros. Sua ação antifúngica a torna capacitada para o tratamento de problemas de couro cabeludo, micoses em geral, frieiras, a doença popularmente conhecida como pé de atleta, etc.

Anti-inflamatória: A ação anti-inflamatória da própolis foi verificada com eficácia principalmente no tratamento de artrites, artroses e reumatoides. Pesquisas em laboratório chegaram a comparar a ação e eficiência da própolis à ação da substância conhecida como Diclofenaco que é utilizada no combate a diversos processos inflamatórios.

Antioxidante: A atividade antioxidante da própolis combate os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento do corpo humano e da mutação do material genético. A presença de compostos fenólicos em sua composição química aponta para sua eficácia como antioxidante. Muitas pesquisas ainda estão sendo realizadas nesse sentido, no entanto, sua ação preventiva ao envelhecimento celular já foi comprovada.

Anticancerígena: Alguns trabalhos desenvolvidos pelo Instituto Nacional do Câncer dos EUA apontam para atividade anticancerígena importante em alguns tipos de própolis. Os resultados obtidos na pesquisa foram entusiasmadores, quando verificaram que a própolis foi capaz não só de inibir o crescimento de células cancerígenas quanto de destruir parcialmente as células já existentes. Estudos aprofundados estão sendo realizados nessa linha e as esperanças são muitas quanto a ação anticancerígena da própolis.

Cicatrizante e Regeneradora de Tecidos: A própolis verde é muito eficaz no tratamento de dermatites, feridas, úlceras e queimaduras devido a presença de flavonoides e aminoácidos em sua composição.

Anestésica: A ação anestésica da própolis a torna eficiente no combate a dores de garganta, amidalites, dores de dentes, etc. Estudos realizados com extratos etanólicos de própolis levaram a conclusão de que a sua ação anestésica é de 3 a 5 vezes superior que a da cocaína usada como anestésico na prática dental na antiga União Soviética.

Imunoestimulante: A própolis também possui efeito imunoestimulante, ou seja, estimula a produção de células produtoras de anticorpos, fortalecendo assim o sistema imunológico e aumentando a resistência a doenças e infecções.

Extrato de própolis verde faz bem antes de dormir?

A própolis pode oferecer efeitos benéficos à saúde em qualquer horário do dia. No entanto, quando tomado à noite, ele pode ajudar a estimular a melatonina, que é o hormônio que sinaliza ao organismo que já está na hora de dormir.

Quem não deve usar própolis ?

O extrato de própolis está contraindicado para pessoas com alergia a abelhas, ao própolis ou a algum dos componentes da fórmula do produto. Durante a gravidez ou lactação, o própolis só deve ser usado somente com orientação médica.